terça-feira, 12 de abril de 2016

{RESENHA} Ponto de Impacto - Dan Brown

Rachel Sexton, agente do Escritório Nacional de Reconhecimento (NRO), recebe um chamado urgente e inesperado do diretor da organização, William Pickering. Ele quer avisá-la que o Presidente dos Estados Unidos solicitou uma reunião pessoal com Rachel e pedir para que sua subordinada seja cautelosa, pois acredita que esse encontro não passa de uma manobra politica numa tentativa de usar Rachel a favor de sua campanha eleitoral, uma vez que ela é filha do senador e também candidato a presidência, Sedgewick Sexton.


O senador Sexton baseia sua campanha em ataques contra a NASA, acusando a agência espacial de gastar bilhões em projetos mal sucedidos e sem serventia, enfatizando que é a população, o contribuinte americano, que arca com todos esses prejuízos através do pagamento de impostos. Essa tática funciona e acerta em cheio os eleitores.

Foto: Lu Garcia

Mas essa situação está prestes a mudar, pois um novo satélite da NASA, programado para medir a densidade do gelo, detecta uma anomalia sessenta metros abaixo da superfície da plataforma de gelo Milne, no Ártico. Uma equipe é imediatamente enviada para a geleira a fim de apurar do que se trata e descobrem que há ali um meteorito com 190 milhões de anos. Mais do que isso: a rocha contém exoesqueletos de isópodes fossilizados, o que provaria a existência de vida extraterrestre.

Porém, ao fazer alguns testes para descobrir se há possibilidade de conter água salgada congelada na geleira, Rachel e três cientistas civis (que não tem ligação com o governo ou com a agência) descobrem indícios de fraude, colocando em dúvida a identidade e a autenticidade do meteorito. É neste momento que o grupo sofre o primeiro ataque executado pela Força Delta, a mando do misterioso Controlador. Suas vidas transformam-se em um caos na tentativa de sobreviver e desvendar os segredos por trás daquela revelação.

Minha Percepção - Todos os cinco títulos de Dan Brown que li até então começam de uma forma muito impactante, talvez é um artificio do autor para deixar os leitores curiosos e boquiabertos. O fato é que dá certo! Ponto de Impacto começa com uma situação em que três homens obrigam um geólogo a passar uma mensagem por rádio numa frequência impossível de captar, em seguida levam-no para um helicóptero e o atiram lá de cima... A priori parece algo sem motivações aparentes e quem lê fica se perguntando: "Mas porque?"

Os capítulos que falam sobre o senador são desprezíveis! É aquele típico político que passa por cima de tudo para ser eleito, mente, manipula, usa desgraças da própria família para conseguir votos de simpatia, etc. É uma criatura sem escrúpulos, oportunista  e muito escrota! O autor confunde o leitor o tempo todo persuadindo-o a acreditar que já sabe quem é o Controlador. Eu já havia me decidido quanto a pessoa por trás de todos esses transtornos, porém um comentário de meu marido (que leu muito antes de mim) fez com que eu parasse para refletir e as coisas ficaram claras... O Controlador era a última pessoa que me passaria pela cabeça...