domingo, 8 de maio de 2016

{RESENHA} Amanhecer - Stephenie Meyer

Amanhecer é o quarto e último volume da SAGA CREPÚSCULO.

Clique aqui para ver Crepúsculo.

Isabella Swan finalmente cede às condições de Edward para se tornar uma imortal. Uma delas é poder dar presentes - uma coisa que ela detesta por acreditar que a diferença entre os dois se expande ainda mais. Para a garota, tudo estaria perfeito não fossem duas coisas: primeiro, seu melhor amigo, Jacob, está desaparecido e Bella se sente responsável por isso; segundo, uma das exigências de Edward é casar, sendo que a garota tem aversão por esta palavra...

Clique aqui para ver Lua Nova.

No entanto, ela também tem as suas imposições, tais como, passar a noite de nupcias normalmente, como humana - ela não quer perder nada do mundo mortal; ser transformada após a lua de mel - ela não quer desperdiçar a viajem se retorcendo de dor. E tudo está completamente em ordem e de acordo com as vontades do casal até Bella passar mal e perceber que sua barriga aumentou, levemente, de tamanho.

Foto: Lu Garcia

Edward entra em choque com a notícia da gravidez, desesperado, cancela o passeio e volta para Forks. O garoto quer que Carlisle faça um aborto da "coisa" que está dentro da amada, antes que isso a mate. Mas Bella, teimosa, pede auxilio para Rosalie e insiste que terá aquele filho, ignorando o perigo tanto para a própria vida quanto para a vida das pessoas em geral, pois ela está ciente sobre as incontroláveis crianças imortais.

Clique aqui para ver A Breve Segunda Vida de Bree Tanner.

Minha Percepção - Amanhecer é a conclusão de Stephenie Meyer para a série de vampiros. Neste livro, tudo aquilo que é esperado pelo leitor, e muito mais, acontece, inclusive situações citadas nos títulos anteriores, e até mesmo neste, fazendo-o ser o maior volume da quadrilogia.

Outro motivo para este exemplar ser mais extenso é o modo de narração apresentado pela escritora. Aqui, ela o dividiu em três partes, sendo duas delas contadas por Bella e a outra por Jacob. Li algumas criticas quanto a esta ideia, até mesmo desmerecendo as partes onde Jake expões suas emoções, sensações e pensamentos. O que, sem dúvida, discordo. Afinal, o personagem dele ganhou força em Lua Nova e, principalmente, em Eclipse. Então, nada mais justo do que ter sua cota para desabafar e permitir que o legente o conheça melhor.