terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

{RESENHA} Os Heróis do Olimpo: O Filho de Netuno - Rick Riordan

O Filho de Netuno é o segundo volume da saga Os Heróis do Olimpo.

No primeiro livro há o mistério do paradeiro de Percy Jackson e a chegada de um estranho semi-deus desmemoriado, fluente em latim e que se refere aos Deuses apenas em suas formas romanas, não gregas como são cultuadas no Acampamento Meio-Sangue. As lembranças de Jason são devolvidas no finalzinho do livro e deduz-se que fora feita uma troca de líderes.

Clique aqui para ver O Herói Perdido.


A partir do segundo livro, passamos a compreender porque Rick Riordan nomeou-o Netuno: pois esta é a forma romana de Poseidon. Aqui a maior parte das narrativas são feitas por Percy.

Foto: Lu Garcia

Percy Jackson - Acorda de um longo sono sem lembrar quem é e de onde vem (acho que já vi isso antes...). As únicas coisas que o fazem querer encontrar as respostas são um rosto e um nome: Annabeth. Ele vem sendo perseguido por duas górgonas horrorosas que se reintegram assim que são atingidas por aquela caneta esquisita que se transforma em espada, simplesmente elas não morrem. É durante essa fuga que encontra um acampamento cuja entrada esta sendo vigiada por duas sentinelas. Embora saiba, de alguma forma, que este é o lugar que procura, ele não se sente a vontade, sente-se em território inimigo, seus sentidos o alertam para o perigo... No entanto, duas pessoas lhe parecem estranhamente familiar...

Clique aqui para ver A Marca de Atena.

Hazel - É filha de Plutão. Ela recebe visitas frequentes do irmão que não é bem quisto pelos campistas do Acampamento Júpiter. O irmão veio lhe contar as novidades do Mundo Inferior, parece que as notícias não são nada animadoras: Gaia, a Deusa da Terra, pretende retornar do Tártaro e dominar o mundo novamente. Eles suspeitam que a Mãe Terra esteja controlando as Portas da Morte, isso explica porque alguns monstros não estão morrendo. Apresenta o irmão para o recém chegado Percy Jackson, que insiste em dizer que já o conhece. Hazel é de outro tempo, há muitos anos atrás fora amaldiçoada graças a ambição de sua mãe, mas tem esperança de que um dia um descendente de Netuno apareça em sua vida para lhe trazer paz. Vive sendo atormentada pelas lembranças dolorosas do passado e se Gaia está se fortalecendo a cada dia a culpa é dela...

Foto: Lu Garcia

Clique aqui para ver A Casa de Hades.

Frank - Guarda um grande segredo. Completara 16 anos recentemente e espera que seu pai divino se pronuncie. Seu desejo é ser filho de Apolo, já que a unica atividade em que ele se destaca é a com arcos e flechas. Após a morte da mãe, sua avó o enviou ao acampamento para aprimorar suas habilidades. O fato é que ele ainda não tem ideia de tudo o que é capaz... As surpresas começam quando seu pai finalmente o reconhece...

Clique aqui para ver O Sangue do Olimpo.

Reyna - É pretora da Décima Segunda Legião do Acampamento Júpiter, Jason também o era antes de desaparecer. Está sempre acompanhada de seus galgos: Argentum e Aurum. Ela não entende como um garoto, filho de Netuno, com uma aura tão poderosa que atrai toda a sorte de monstros, pode ter conseguido sobreviver por tanto tempo sozinho e sem treinamento. Ele deve ter vindo de algum lugar, mas de onde? Para Reyna, a chegada do semi-deus não representa bom augúrio, os Lares estão inquietos com sua presença, o chamam de "graecus", sua camiseta é estranha, e o que significam aquelas contas em seu cordão?

Clique aqui para ver Os Diários do Semideus.


Minha Percepção - O enredo de Rick Riordan é sempre coerente e claro. O Herói Perdido é cheio de suspense, pela incógnita que é o surgimento de Jason e o desaparecimento de Percy. Porém em O Filho de Netuno, o autor traz uma trama surpreendente e cheia de ligações com as aventuras de Percy Jackson na primeira saga. Recomendo muito! Além de ser uma leitura divertida é uma excelente maneira de aprender história, pois entramos em contato com as mitologias grega e romana.